O mercado da construção civil é um dos mais sensíveis às instabilidades que ocorrem na economia do país.

Seja porque os valores para compra de imóveis têm forte impacto no orçamento familiar, pois o investimento em reformas e melhorias nem sempre está na pauta de prioridades, ou porque os investidores necessitam de uma economia estável para aplicar os recursos.

Porém, os negócios não podem parar e é necessário sempre encontrar alternativas para driblar dificuldades sazonais e se manter competitivo e atuante.

Com medidas assertivas e planejamento constante é possível contornar as variações do mercado e alcançar bons resultados. Veja agora alguns caminhos para levar a soluções positivas:

Planeje a curto, médio e longo prazo

Qualquer empresa está suscetível aos efeitos de oscilações financeiras. Por essa razão, é importante estabelecer um planejamento prévio, considerando o calendário anual.

Por exemplo: este é um ano de eleições e, por isso, altos investimentos se tornam arriscados, já que existe uma incerteza natural quanto ao cenário econômico num futuro próximo. Até que a situação se torne mais estável e previsível, é melhor trabalhar com negócios mais seguros e que tragam menos riscos.

É preciso também planejar ações táticas para os períodos em que, historicamente, existe um bom volume de negócios, assim como o final de ano.

Nessa época, alguns segmentos específicos (materiais para reforma, acabamento e decoração) costumam ter mais procura com a entrada do 13º salário no mercado, sendo uma ótima ocasião para reforçar o faturamento e equilibrar as contas.

Estabeleça metas periódicas

Procure olhar para o seu negócio de maneira abrangente, com objetivos anuais. Porém, para que se atinja essa perspectiva macro, a meta deve ser trabalhada em períodos menores.

Considere o planejamento do qual falamos no item anterior e divida o valor necessário para faturar no ano em semestres, trimestres e meses. A partir disso, construa as metas individuais da equipe de vendas, caso você conte com uma.

Capacite seu time

A equipe comercial precisa estar preparada com conhecimentos de técnicas de vendas e outras habilidades que permitam exercer uma performance acima da média. Garantir um alinhamento de expectativas e o conhecimento claro dos objetivos e metas, também fazem parte da preparação do time.

Outro ponto importante é lembrar que todos os funcionários precisam ser capacitados, não apenas do setor comercial. O atendimento diferenciado e a qualidade das entregas, por exemplo, são indispensáveis para garantir a satisfação do cliente e contribuir para novos negócios.

Use ferramentas de suporte

Estratégias e tecnologias específicas para a gestão do negócio são indispensáveis para ter controle e informações relevantes.

Os softwares de CRM são os mais comuns e utilizados para as tarefas de armazenar informações, centralizar dados, integrar os setores da empresa e fornecer relatórios e estatísticas (essenciais para análises e tomadas de decisão).

Hoje em dia, existem no mercado ferramentas muito eficientes e específicas para a construção civil, capazes de ajudar os gestores na implementação e execução de diversas ações de melhoria interna.

Embora haja uma expectativa de crescimento no setor para 2018, o mercado da construção civil precisa se manter alerta e preparado para possíveis mudanças, que podem ser de queda nos negócios ou mesmo um forte aumento na demanda.

Garanta que sua empresa esteja pronta para todos os cenários colocando em prática, desde já, as dicas deste artigo.

E na sua empresa, como foram os impactos sofridos com a instabilidade econômica dos últimos anos? Compartilhe sua experiência deixando um comentário neste post.